Orgasmos eco-friendly: a moda sustentável chega aos brinquedos sexuais

Cada vez mais marcas do setor dos brinquedos eróticos apostam por produtos ecologicamente corretos para satisfazer a procura dos consumidores

womanizer
womanizer

Porque as formas de chegar ao orgasmo são infinitas. Porque cuidar do planeta também pode ser orgásmico. Porque o prazer sustentável é o futuro. Por tudo isso, as marcas e os consumidores optam, cada vez mais, por brinquedos sexuais ecológicos livres de plásticos e de produtos químicos. E é que mudou a forma de viver a sexualidado. E a sociedade, também.

Um sugador de clítoris biodegradável, dildos de vidro, de madeira ou de quartzo, areios veganos, lubrificantes orgânicos 100% naturais ou brincos artesanais e de proximidade são apenas alguns dos brinquedos eróticos eco-friendly que se podem encontrar no mercado. O setor dos brinquedos sexuais adapta-se assim aos novos tempos e a um consumidor mais consciente com o meio ambiente.

Amido de milho

A marca Womanizer, famosa por ter lançadp o primeiro sugador de clítoris em 2014, criou agora o Premium eco, o primeiro brinquedo sexual ecológico, biodegradável e reciclável com tecnologia Pleasure Air -- estimula o clítoris sem contato, por sondas de ar --. Trata-se de um sugador feito de Biolene, um bioplástico constituido por 70% de materiais naturais entre os quais destaca o amido de milho, que estará à venda a partir de 22 de abril por 189 euros.

"O nosso ponto de partida foi encontrar materiais alternativos e ecológicos para substituir os plásticos que não são biodegradáveis", explicam a este meio desde Womanizer. O Premium eco conta com quatro níveis de intensidade, uma autonomia de 240 minutos, uma vida útil de cerca de cinco anos e a promessa da empresa de plantar uma árvore por cada produto vendido. "Queremos demonstrar que os brinquedos sexuais sustentáveis têm procura e são o futuro", dizem.

Una joven con un estimulador de clítoris de la marca Lelo / LELO
Os brinquedos sexuais da marca Lelo têm uma longa durabilidade / LELO

Outros brinquedos sustentáveis

O Premium eco não é o único produto deste tipo. No mercado on-line já se podem encontrar vibradores biodegradáveis e recicláveis como o Gaia eco, um produto composto da Biofeel -- um bioplástico à base de amido--. "Temos notado um aumento na procura de brinquedos eróticos sustentáveis, que já representam 10% das nossas vendas", aponta Marta Molas, coordenadora de comunicação da Amantis, a rede de lojas eróticas que permite reciclar velhos brinquedos.

"Vendem-se mais dildos de quartzo, de madeira ou de vidro que antes. Os arreios veganos, por exemplo, são muito comuns. Nas nossas lojas resta muito pouco arreio de couro. Produziu-se uma mudança", acrescenta Molas. Nesta mesma linha, a empresa valenciana BS Atelier, que confeciona todos os seus brinquedos eróticos de forma manual, também está a provar um arreio de pele vegana. Os seus produtos, de quilómetro zero, podem-se comprar na loja Os prazeres de Lola, em Madrid. Além disso, outra forma de ser sustentável é fazer produtos com uma longa durabilidade. "A vida útil dos nossos produtos é de pelo menos 10 anos. Utilizamos baterias recarregáveis e tecnologia ponta para garantir uma maior durabilidade", explica Adriana Diippolito, diretora de comunicação de Lelo Espanha, uma marca sueca de brinquedos sexuais.

La gama de lubricantes veganos de la marca Desliz de Amantis / AMANTIS
A faixa de lubrificantes veganos da marca Desliz de Amantis / AMANTIS

Lubrificantes ecológicos e veganos

Os lubrificantes ecológicos converteram-se noutro hit entre os produtos sexuais sustentáveis mais habituais no carrinho de compras, segundo expõem vários especialistas à Consumidor Global. "Eu explico os lubrificantes que temos e é mais fácil vender o ecológico porque se trata de um produto que é bom para o planeta e bom para a saúde. Além disso, fazemos isso em Tarragona", comenta Molas. A marca Desliz de Amantis também fabrica lubrificantes ecológicos, orgânicos e veganos de tangerina, morango e outros sabores. Todos eles contam com o certificado ecológico BioVidaSana.

"O lubrificante orgânico é um produto inovador que se vende muito", explica o vendedor da loja de Barcelona A Sexshop em casa. Além disso, nao contrário do que se possa pensar, a diferença de preço entre os lubrificantes 100 % naturais e os que contêm produtos químicos é mínima, pelo que ser sustentável também não sai caro.

Você leu este conteúdo de consumidor global preparado por nossa equipe de redatores e especialistas. Se você deseja acessar livremente todo o conteúdo que produzimos, recomendamos se inscrever. Além disso, você pode receber aconselhamento jurídico gratuito por fazer parte da nossa comunidade.
Comentários

Desbloquear para comentar

Inscrever-se

Temos
o melhor plano
para o consumidor exigente

Inscrever-se
Acessar

Acesso total

Acesso a todas as seções sob assinatura

Conteúdo exclusivo

Conteúdo exclusivo

Os melhores artigos, produtos, conteúdos exclusivos e assessoria jurídica

Inscrever-se