• Home

  • Notícias

  • A UE actua contra o monopólio de Booking para evitar suas práticas abusivas

A UE actua contra o monopólio de Booking para evitar suas práticas abusivas

A intenção das autoridades comunitárias é garantir que os utentes tenham mais opções quando naveguem na rede e gozem de maior liberdade de eleição

booking.com (1)
booking.com (1)

A Comissão Européia aperta as porcas a Booking . A entidade comunitária considera que esta agência de viagens on-line deve ser considerada como uma das grandes plataformas digitais que funcionam como guardiães de acesso a serviços básicos na rede, pelo que deverá submeter num prazo de seis meses às obrigações mais estritas antimonopolio previstas na nova Lei européia para Mercados Digitais (DMA, por suas siglas em inglês).

Esta notícia chega meses após que a Comissão Nacional dos Mercados e a Concorrência (CNMC) propusesse uma sanção histórica de 486 milhões de euros a Booking.com por abusar de sua posição de domínio com respeito aos serviços de intermediação que oferecem outras agências de viagem em linha aos hotéis.

Prazo de seis meses

Agora, Booking terá um prazo de seis meses para cumprir com os requisitos exigidos. Segundo Bruxelas, a intenção é garantir que os utentes tenham mais opções quando naveguem na rede e gozem de maior liberdade de eleição e um acesso justo aos serviços destas plataformas.

Un dispositivo con la aplicación de Booking abierta / FABIAN SOMMER - DPA
Um dispositivo com o aplicativo de Booking aberta / FABIAN SOMMER - DPA

Em general, a Comissão teme que Booking abuse de sua posição dominante, o que poderia implicar impor condições injustas aos hotéis, como cláusulas de paridade que lhes obrigam a oferecer os mesmos preços em todas as plataformas, ou dificultar que os consumidores encontrem ofertas em outros lugares site. Ademais, os algoritmos de busca e classificação de Booking não são o suficiente transparentes.

Obrigações de Booking

Entre outras questões, Booking deverá informar à Comissão Européia de toda concentração prevista no sector digital. Ademais, o Executivo comunitário supervisionará o aplicativo efectivo e o cumprimento de ditas obrigações e poderá impor multas de até o 10% do volume de negócio global da companhia, uma sanção que, em caso de reincidencia, poderá atingir o 20%.

Ademais, em caso de infracções sistémicas, o novo marco regulamentar da UE faculta à Comissão para tomar medidas adicionais como, por exemplo, obrigar ao denominado guardião de acesso a vender parte ou o conjunto de uma empresa ou lhe proibir comprar serviços adicionais.

El recepcionista de un hotel que trabaja con Booking / FREEPIK - @DC Studio
O recepcionista de um hotel que trabalha com Booking / FREEPIK - @DC Studio

A explicação de Booking

Por sua vez, Booking tem assegurado que está a trabalhar "construtivamente" com a Comissão Européia e que desenvolverá "soluções" para cumprir com estas obrigações antimonopolio. "Agora estamos a revisar sua decisão de designação e seguiremos trabalhando construtivamente com eles enquanto desenvolvemos soluções para cumprir com a DMA", confirmam desde a companhia.

Para além do caso de Booking, surpreende que a Comissão Européia tenha decidido deixar fora da categoria de guardião de acesso os serviços publicitários das redes sociais X (dantes Twitter) e TikTok. Alphabet, Amazon, Apple, ByteDance, Meta e Microsoft foram as primeiras seis grandes plataformas que Bruxelas classificou como guardiães de acesso e, por isso, estão já submetidas ao escrutinio mais estrito.

Você leu este conteúdo de consumidor global preparado por nossa equipe de redatores e especialistas. Se você deseja acessar livremente todo o conteúdo que produzimos, recomendamos se inscrever. Além disso, você pode receber aconselhamento jurídico gratuito por fazer parte da nossa comunidade.
Comentários

Desbloquear para comentar

Inscrever-se

Temos
o melhor plano
para o consumidor exigente

Inscrever-se
Acessar

Acesso total

Acesso a todas as seções sob assinatura

Conteúdo exclusivo

Conteúdo exclusivo

Os melhores artigos, produtos, conteúdos exclusivos e assessoria jurídica

Inscrever-se
Seja o melhor consumidor junte-se ao nosso clube.