• Home

  • Lar

  • Esta é a cidade na que mais tem subido o aluguer nos últimos 5 anos: nem Madri nem Barcelona

Esta é a cidade na que mais tem subido o aluguer nos últimos 5 anos: nem Madri nem Barcelona

Idealista considera que a altísima demanda e a escassa oferta explicam o incremento, que em alguns municípios tem sido gigantesco durante o último lustro

alquilar
alquilar

Alugar uma moradia em Espanha a cada vez é mais difícil. De facto, está a converter-se em missão impossível para muitas pessoas. O último estudo de Idealista reflete que, durante o mês de abril, o preço do aluguer repuntó um 2% com respeito ao mês anterior e um 13% em taxa interanual, atingido o preço mais alto da série histórica elaborada pela plataforma. Este incremento é palmario nas grandes cidades.

Não obstante, não em todas tem subido o mesmo. Em abril de 2024, as capitais autonómicas mais caras foram Barcelona (21,80 euros/m2 ao mês), Madri (19,91 euros/m2 ao mês) e San Sebastián (19,11 euros/m2 ao mês), mas os incrementos mais fortes com respeito ao ano anterior produziram-se em Cidade Real, Gijón, L'Hospitalet de Llobregat, Gandía e Santa Cruz de Tenerife. Nestes municípios, o aluguer tem subido mais de 20% num ano.

Valencia, a cidade onde mais sobe o aluguer

Se amplia-se a foto e analisam-se os dados dos últimos cinco anos, Valencia é a cidade espanhola onde mais tem subido o aluguer. Assim o reflete uma análise do Jornal de Espanha elaborado com dados da plataforma Brains Real Está.

Vista de Valencia / UNSPLASH
Vista de Valencia / UNSPLASH

O alça na capital do Turia durante o último lustro tem sido descomunal: se em março de 2019 arrendar uma moradia de 70 metros quadrados custava ao redor de 580 euros, agora sai por uns 1.015 euros, um mais 75%. Segundo o citado meio, os municípios que seguem a Valencia neste dramático ranking são Marbella (onde a subida do aluguer ronda o 62%), Alicante (60%) e Málaga (54%).

A metade do solo vai-se no aluguer

A situação na cidade andaluza também é preocupante. Málaga Hoje explicava, citando um estudo de Fotocasa e Infojobs, que para alugar um andar de 80 metros quadrados os malagueños têm que gastar já o 49% de seu salário bruto. "Em Andaluzia, o preço da moradia em aluguer fechou 2023 com um incremento anual de 9,5% e situou o preço em dezembro em 10,10 euros/m2 ao mês", recordava o citado jornal.

Com tudo, a cidade natal de Picasso não é a que se come maior percentagem do salário de seus habitantes no aluguer. Concretamente, as províncias que dedicam mais salário ao pagamento do aluguer por uma moradia de 80 metros quadrados são Barcelona (65%), Ilhas Baleares (63%), Madri (62%), Gipuzkoa (60%), As Palmas (53%), Vizcaya (52%), Valencia (50%), Santa Cruz de Tenerife (50%), Málaga (49%) e Girona (48%).

Altísima demanda

Por sua vez, Idealista considera de que continua existindo uma altísima demanda que contrasta com a "pouca oferta" disponível. Isso provoca que os inquilinos quase se briguem pelos andares.

Caseros e inmobiliarias piden movimientos bancarios a los posibles inquilinos / EP
Caseiros e imobiliárias pedem movimentos bancários aos possíveis inquilinos / EP

"Os anúncios de moradias em aluguer publicados em idealista no primeiro trimestre de 2024 receberam uma média de 27 contactos dantes de descadastrar-se, uma cifra que é um mais 55% elevada que a registada no mesmo período de 2023, quando recebiam em media 17 contactos, segundo um estudo publicado pelo marketplace imobiliário do sul de Europa. Este forte aumento da pressão da demanda, provocado pela diminuição da oferta disponível, tem favorecido que os preços dos alugueres subissem um 13% no último ano", indica a plataforma.

Você leu este conteúdo de consumidor global preparado por nossa equipe de redatores e especialistas. Se você deseja acessar livremente todo o conteúdo que produzimos, recomendamos se inscrever. Além disso, você pode receber aconselhamento jurídico gratuito por fazer parte da nossa comunidade.
Comentários

Desbloquear para comentar

Inscrever-se

Temos
o melhor plano
para o consumidor exigente

Inscrever-se
Acessar

Acesso total

Acesso a todas as seções sob assinatura

Conteúdo exclusivo

Conteúdo exclusivo

Os melhores artigos, produtos, conteúdos exclusivos e assessoria jurídica

Inscrever-se
Seja o melhor consumidor junte-se ao nosso clube.